Atenção!!!

A opinião expressa em texto ou comentários reproduzidos neste blog, necessariamente não representa o ponto de vista do editor e ou responsável do mesmo.

16 de abril de 2014

Homens a bordos de um Gol Branco matam duas pessoas na cidade

 Homens a bordos de um Gol Branco matam duas pessoas na cidade

A vitima que não resistiu aos tiros morrendo no local foi identificada como, Lucas Santos Lopes, 19 anos, que residia na rua C, na localidade da Agrovilla

Quatros homens ainda desconhecidos pela polícia, a bordos de um veiculo Gol de cor branca e demais dados ignorados, são acusados de matarem duas pessoas na cidade no período de uma hora. Os crimes ocorreram na localidade de Agrovila, no bairro Mangabeira e no Eucalipto. Sendo que na Agrovila os criminosos atiraram em um grupo de pessoas, cindo delas foram baleadas. Uma não resistiu e morreu no local, enquanto quatro foram socorridas para o Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA).

A vitima que não resistiu aos tiros morrendo no local foi identificada como, Lucas Santos Lopes, 19 anos, que residia na rua C, na localidade da Agrovilla. Entre os baleados, Matheus Santos Lopes,17 anos, irmão de Lucas foi atingido por três tiros e socorrido ao HGCA com as outras três vítimas.  O estado de saúde das vítimas não foi informado.
Eucalipto

João Paulo Lopes de Oliveira foi assassinado na rua Potiraguá, no bairro Eucalipto. Segundo testemunhas, quatro homens armados em um veículo Gol, cor branco, com as mesmas características do veiculo que tocou terror na Agrovila passaram atirando também no Eucalipto. Os disparos atingiram João Paulo que, não resistiu e morreu no local.

 Fonte policiaeviola.
Fotos Mário Sepúlveda

Queremos voltar a normalidade ainda hoje”, diz PM


 “Queremos voltar a normalidade ainda hoje”, diz PM

"As pessoas que estão fazendo isso [saqueando lojas] não se iludam, pois irão responder criminalmente. As investigações serão feitas pela polícia civil e os responsáveis serão convocados", falou.

O coronel Gilson Santiago, diretor de comunicação da polícia militar da Bahia, foi entrevistado, nesta quarta-feira (16), e falou sobre o andamento das negociações dos representantes da Polícia Militar e com o governo e garantiu que está ampliando a participação dos policiais em Salvador para devolver a tranquilidade a população.

"É importante passar para a população que estamos ampliando a participação das tropas especializadas na cidade para devolver a tranquilidade. Estamos nos empenhando em fazer o trabalho necessário", disse. O coronel também foi questionado sobre a consequência das pessoas que estão saqueando alguns lugares.
"As pessoas que estão fazendo isso [saqueando lojas] não se iludam, pois irão responder criminalmente. As investigações serão feitas pela polícia civil e os responsáveis serão convocados", falou.

Em relação as negociações, o diretor de comunicação disse que está otimista e que as propostas tiveram uma boa receptividade das lideranças. "Não iremos demorar com essa situação. Queremos voltar a normalidade ainda hoje [quarta-feira]", contou.
Fonte: Metro 1

Rua Nova





Foi assassinado Adinailton Carvalho dos Santos, 21 anos, que morava na Rua Menino Jesus, no Loteamento Monte Pascoal. O crime aconteceu na Rua Montes Claros, no bairro Rua Nova.

Autos de resistência na Matinha

 


Dois homens ainda sem identificação morreram em troca de tiros com uma guarnição do Pelotão de Cavalaria, sob o comando do tenente Sardinha. O auto de resistência (morte em confronto com a polícia) ocorreu no povoado Mantiba, distrito Matinha.

De acordo com o tenente Sardinha, a guarnição estava realizando rondas pela localidade quando avistou dois homens em atitude suspeita em um veículo Gol preto. Ao perceberem a presença da polícia, a dupla fugiu, batendo, em seguida, em uma cerca. Os suspeitos, então, correram para o matagal deflagrando tiros contra a polícia. O tenente informou ainda que enquanto ocorria a troca de tiros outros dois suspeitos chegaram por trás da viatura em uma motocicleta e também atiraram contra os pms. "A guarnição se protegeu, houve o revide e os elementos foram atingidos", contou.

F.acordacidade

Exército reforça a segurança em Feira de Santana


 
Na tarde desta quarta-feira (16), cerca de 200 homens do Exército estão fazendo a segurança, principalmente, no Centro Comercial de Feira de Santana.

A informação é do Tenente Coronel Paulo Sérgio, comandante do 35 Batalhão de Infantaria de Feira de Santana.

Segundo ele, ao todo, 500 homens irão reforçar a segurança no município durante a greve dea Polícia Militar de Feira de Santana, que começou na noite de ontem (15).

“Estamos nas ruas para garantir a normalidade da cidade. Esse é um momento de apreensão e demora um tempo até que a população se sinta segura com a presença do Exército”.

Escolas, bancos e escolas são prioridades para o monitoramento do Exército.

As informações são do portal De Olho na Cidade e foto reprodução.

Policia registra vários crimes em Feira de Santana


 

Várias pessoas foram assassinadas na manhã desta quarta-feira (16) em Feira de Santana De acordo com o repórter Marcos Valentim, um homem foi  executado com vários  tiros na Avenida José Falcão da Silva, próximo de um condomínio. A vítima foi assassinada no interior de um veículo Celta, cor prata, placa policial ENY-2684.

O delegado plantonista de Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), João Rodrigo Ozum presidiu o levantamento cadavérico. Parentes relataram no Departamento de Policia Técnica (DPT) que a vítima é Ozael dos Santos Barbosa, 29 anos, que morava no bairro George Américo.

Policial

Veio a óbito no Hospital Emec, o policial militar Tiago Maciel Silva, 35 anos, que integrava ao pelotão de cavalaria de instituição.

De acordo com informações de um colega da corporação, o militar estava em ponto de ônibus no distrito de Maria Quitéria, quando foi obrigado em veículo, informou um policial.

"Os marginais levaram o nosso colega para uma estrada e deflagraram três tiros na cabeça", finalizou um militar durante entrevista ao programa Ronda Policial.

Rua de Aurora

Na Avenida Padre José Anchieta, no cruzamento com a rua de Aurora , um jovem aparentando ter entre 20 à 25 anos de idade, também foi assassinado a tiros. Populares informaram que ele havia tentava assaltar um veículo, quando um homem armado em outro carro se aproximou e atirou contra sua cabeça.

Rua Nova

Na rua Montes Claros, no bairro Rua Nova, foi morto a tiros Adinailton Carvalho dos Santos, 21 anos, que morava na rua Meninno de Jesus, no bairro Monte Pascoal, em Feira de Santana.

Duplo homicídio

Dois homens acusados de tomar de assalto um ciclomotor Shineray, foram morto por um homem armado que presenciou o crime. Thiago de Jesus Conceição, 21 anos, e o seu comparsa ainda não identificado, morreram na hora com vários tiros.

O crime aconteceu na rua Senador Quintino próximo ao bairro Eucalipto. No momento que o repórter Denivaldo Costa esteve no local, o trânsito estava complicado.

As informações são de Marcos Valentim, Denivaldo Costa e Mário Sepúlveda (Folha do Estado).

Com greve da PM, bandidos fazem assaltos no centro de Feira de Santana

Na manhã desta quarta-feira (16), uma loja foi assaltada na Rua Marechal Deodoro, por cinco homens armados.
Ney Silva/Acorda Cidade
A greve deflagrada por policiais militares da Bahia causou pânico a lojistas e comerciários do centro comercial de Feira de Santana. Na manhã desta quarta-feira (16), uma loja de calçados foi assaltada na Rua Marechal Deodoro, por cinco homens armados.

Vendedores de frutas e verduras que ficam no cruzamento da rua Marechal Deodoro com a Comendador Targino confirmaram um assalto à loja Lupalina Calçados. Eles teriam invadido o estabelecimento dando tiros para o alto e roubaram roupas e confecções.
 O fiscal de transportes Godofredo Miranda também confirmou o assalto. Ele estava próximo à loja e disse que os bandidos agiram rápido, saindo com calçados e confecções.
 
“Chegaram cinco homens em um carro, com arma na mão, encapuzados e invadiram a loja. Depois eles saíram atirando para alto”, afirmou. Ele disse que a ação dos bandidos causou pânico e as pessoas saíram correndo.



Em ruas da cidade, como a Marechal Deodoro, Senhor dos Passos e Conselheiro Franco quase todas as lojas estão fechadas e as poucas que estão funcionando só estão deixando uma porta aberta.




F.acordacidade

Suspeito de assalto é morto no Minadouro

 


Um jovem identificado como Edivan Araújo Henrique, 25 anos, foi morto a tiros por volta das 11h20 desta quarta-feira (16), próximo da esquina da rua Carlos Valadares com a rua São José, no Minadouro, em Feira de Santana.

Segundo populares, ele estava  na  companhia de outro homem e tentavam praticar assalto com uma motocicleta, quando um desconhecido sacou um arma e deflagrou vários tiros na direção da dupla. Edivan caiu da moto e o comparsa, aparentemente ferido conseguiu fugir na direção do bairro Baraúnas.

O documento de uma moto Honda CG caiu próximo ao corpo, mas não foi possível identificar se pertence ao veículo utilizado por eles.

O corpo permanece no local à espera do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.

 Central de Polícia

Homem é morto a tiros na Barroquinha

 

O primeiro homicídio após o anúncio da greve da Polícia Militar na Bahia foi registrado na manhã desta quarta-feira (16), por volta das 11h, na rua Amílton Cohim, no bairro Barroquinha, em Feira de Santana.

A vítima encontrada está sem identificação. Por motivos de segurança, a reportagem do FOLHA DO ESTADO foi orientada a não ficar no local.

Segundo informações apuradas, homens armados teriam perseguido a vítima deflagrando vários tiros, um deles atingiu na nuca do homem que caiu sem vida.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) é aguardado para remoção do cadáver.

As informações são do Folha do Estado (Mário Sepúlevda).

Governo solicita tropas federais para garantir a segurança da população



Em entrevista coletiva concedida na noite desta terça-feira (15/04/14), na governadoria, o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, informou que o Governo do Estado está tomando todas as providências para manter a segurança da população, com a solicitação da garantia da lei e da ordem e a convocação das tropas federais. A medida foi motivada pelo anúncio da greve da Polícia Militar em assembleia da categoria, realizada no Wet’n Wild.
A proposta apresentada pelo governo aos policiais foi discutida na tarde desta terça-feira, em reunião entre o secretário, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, e representantes das associações. Nesta reunião, foram incluídos pela categoria novos itens além daqueles propostos pelo governo.

“Um documento foi assinado por mim, pelo comandante-geral e por um dos líderes das associações. Ficou decidido que estas propostas seriam assumidas pelo governo. Durante a deliberação da categoria, recebi uma ligação desta liderança, informando que estava tudo acertado para a aprovação do que havia sido acordado. Ainda assim, foi decretada a greve”.

De acordo com Barbosa, entre os itens extras concedidos após a última reunião estavam: o reajuste da gratificação de Condição Especial de Trabalho (CET); a rediscussão do novo código de ética da categoria, a ser construído entre as associações e área sistêmica; e demais propostas apresentadas pela categoria até agora.


Fotos: Carla Ornelas/GOVBA

Comandante do CPRL diz que notícia de arrastarão em supermercado é boato


Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook


Segundo o coronel Adelmário Xavier, se tratou de um acidente, onde algumas pessoas se feriram, mas que nada teve a ver com a greve da PM.
Após a confirmação da greve da Polícia Militar na Bahia, muitos boatos de arrastões se espalharam pelas redes sociais. Entre eles, um arrastão no supermercado Assaí, que segundo o Comandante do CPRL (Comando de Policiamento Regional Leste), coronel Adelmário Xavier, se tratou de um acidente, no qual algumas pessoas se feriram, mas que nada teve a ver com a greve da PM.

“A informação de saque nesse supermercado não procede. Na verdade, uma prateleira caiu pela manhã, quando nada estava definido sobre a greve e algumas pessoas ficaram feridas”, afirmou.

Segundo o coronel Adelmário, ontem ainda havia viaturas da PM circulando na cidade e a noite foi considerada "dentro da normalidade". Ele afirmou que está conversado com os policiais, mas que não pode assegurar que eles voltem ao trabalho.

“Nossa preocupação agora é na mudança do turno de serviço. A gente tem que conversar, mas eu não posso garantir que os policiais sairão para a rua. Eles estão mobilizados e pensando nisso, temos os nossos oficiais, que havendo necessidade, vão para a rua”, informou.

Adelmário Xavier informou que uma nova rodada de negociação deve ser iniciada ainda na manhã desta quarta-feira (16). Ele considera que o governo já cedeu muita coisa e acredita que com essas negociações a paralisação chegue ao fim.

“São muitas reivindicações. Um total de 28. O governo do estado cedeu em muitas, mas tem reivindicação que não pode ser atendida de imediato. Tem que haver estudos, mas infelizmente o pessoal não deu ouvidos a isso e optou pela paralisação. Se houver consenso e responsabilidade, acredito que todos voltarão ao serviço”, afirmou.

Micareta

Sobre a segurança durante a Micareta de Feira de Santana, que será realizada entre os dias 24 e 27 deste mês, o comandante do CPRL afirmou que as licitações estão em andamento e que está trabalhando no sentido da realização da festa. Apesar disso, ele afirma que não pode garantir que a paralisação terá chegado ao fim.

Força nacional

A solicitação das tropas federais para a cidade, segundo Adelmário, é uma decisão do governo do estado. “O governador solicita as tropas à presidente e, sendo atendido, as tropas passam a atender no estado”, explicou.

As informações são do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Policia prende acusado de matar paciente em hospital.

Policia prende acusado de matar paciente em hospital.

15 de abril de 2014

Policiais civis paralisam as atividades por 24 horas nesta quarta-feira (16)



A partir das 8h desta quarta-feira (16), os policiais civis da Bahia irão paralisar as atividades e retomarão os serviços apenas no mesmo horário do dia seguinte. Será mantido 30% do efetivo trabalhando no atendimento para prisão em flagrante, levantamento cadavérico, crimes contra a criança e contra a vida, durante a paralisação.

A decisão foi aprovada pela categoria na tarde de segunda-feira (14) durante assembleia promovida pelo Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (Sindpoc). O indicativo de paralisação de 24h foi deliberado na assembleia geral do funcionalismo público estadual no último dia 2.

Segundo o Sindpoc, a aprovação do Projeto de Lei que define o reajuste dos funcionários do Estado parcelado em duas vezes desagradou os servidores. Na manhã desta quarta-feira (15), os trabalhadores devem se reunir em assembleia no Ginásio de Esportes do Sindicato dos Bancários (na Ladeira dos Aflitos) para discutir uma possível greve geral.

Representantes de outras categorias, como Sindicato dos Trabalhadores em Educação (APLB ), Associação dos Motoristas Oficiais do Estado da Bahia (ASMOEB), Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau (SINTEST), Sindicato dos Servidores Penitenciários (SINSPEB), Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (SINDSAÚDE), Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (SINPOJUD), Sindicato dos Servidores do Detran (SINDETRAN), entre outros, também devem participar da reunião.

As informações são do Correio e foto de Luiz Tito | Ag. A TARDE.

Malandro rouba celular na porta da delegacia e termina preso



Policiais civis prenderam por volta de 11h30 desta terça-feira (15), Joselito Souza da Conceição, residente no bairro Rua Nova, em Feira de Santana.

Segundo informações, ele teve a ousadia de roubar o celular de uma pessoa na porta do Complexo Policial do Sobradinho. Ele tentou fugir de bicicleta, mas foi perseguido por populares e tentou se esconder em  uma residência no mesmo bairro.

Os policiais foram em sua perseguição e conseguiram prendê-lo em flagrante. A ação a polícia evitou que a população linchasse o acusado.


  com informações de Marcos Valentim e foto do Boca de Zero Nove e Central de Polícia, .